Em jogo movimentado, Santos e São Paulo empatam em 1 a 1 na Vila Belmiro

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Foto: Ivan Storti

Em um clássico muito bem disputado, Santos e São Paulo empataram em 1 a 1 neste sábado, na Vila Belmiro. Sánchez, pelo Peixe, e Daniel Alves, pelos visitantes, marcaram.

Com o resultado, mantém suas posições na tabela. Pior para o Tricolor, que perde a chance de encostar no Grêmio e se aproximar da vaga na fase de grupos da Libertadores.

O árbitro Rodrigo Guarizo marcou penalidade máxima a favor do Santos, aos 6 minutos. Arboleda deu bote com muita força, dentro da área, e acabou acertando Evandro. Carlos Sánchez pegou a bola e abriu o placar da partida para o time da Vila. O duelo teve seguimento com domínio predominante da equipe de Jorge Sampaoli.

Aos 27 minutos, Gustavo Henrique bobeou na área defensiva e Dani Alves quase conseguiu roubar e levar perigo ao gol de Everson. No minuto seguinte, foi a vez d2o goleiro ser pressionado próximo a meta e conseguir despachar a bola para longe dali.

Na marca dos 36, Volpi tirou mal e a redonda ficou nos pés do camisa 7 do Santos. O uruguaio aproveitou que o guardião tricolor estava fora do gol e tentou mandar de cobertura. Ela passou próximo à trave e o lance acabou em tiro de meta.

À procura da confirmação da vitória, o Santos voltou do vestiário querendo aumentar a vantagem e aos 7 minutos teve grande chance com Eduardo Sasha. Jorge fez boa jogada pela esquerda passando por dois marcadores, mas acabou perdendo a bola. A sobra ficou com o camisa 29, que estava livre e bateu de esquerda. Tiago Volpi estava bem posicionado e conseguiu fazer boa defesa.

Na sequência, no minuto 9, o São Paulo ligou o turbo no contra-ataque. Vitor Bueno receber na esquerda, tirou Sánchez da jogada e conseguiu fazer o cruzamento. A redonda passou por todo mundo e caiu para Dani Alves, que dominou e bateu forte para colocar o marcador em igualdade, 1 x 1.

Aos 17, novamente Pablo apareceu para tentar resolver, porém não pegou em cheio na bola e entregou para o arqueiro santista. Aos 22 e 24 minutos, Marinho teve duas oportunidades. Em uma foi travado pela marcação e a outra acabou subindo demais e passando por cima do alvo. Dez minutos depois, o camisa 11 bateu falta que passou tirando tinta da trave e foi para fora.

Fechar Menu

Escolha um time

Arraste ou navegue entre os pontos para ver mais times